Comando X Liderança

Comando X Liderança
fevereiro 06 11:30 2016 Imprimir Este artigo

Você se considera um bom chefe? Ou você se considera um bom líder?

ID01128-A#1_Comando X Liderança 6

Pode não parecer, mas são dois conceitos bastante distintos. Talvez você já até tenha ouvido falar que chefe e líder não são a mesma coisa, mas não entenda exatamente por quê e como são diferentes. E para profissionais em cargos de gestão de pessoas, pode ser um erro fatal.

Comandar uma equipe, ou seja, ser chefe, significa dar ordens. O profissional não interage com os colaboradores, não os incentiva e não passa segurança para eles – o chefe pressiona, cobra resultados e não dá recompensas.

Liderar uma equipe, por outro lado, significa que o profissional se mantém atento às expectativas dos colaboradores. O líder não só conversa com seus funcionários, como os ouve e os respeita. Entende as necessidades de cada um, sem fazer generalizações.

No entanto, assim como comandar uma equipe pode ser uma decisão fácil, liderar é um processo mais complexo. O líder precisa ter determinadas características, que nem sempre lhe são intrínsecas. E profissionais das áreas de exatas parecem ter ainda mais dificuldades em desenvolver tal perfil.

Motivação e Produtividade

O aspecto fundamental que faz dessa distinção necessária é a correlação direta entre a motivação profissional e a produtividade.

Um funcionário que enxerga seu superior como chefe, como alguém autoritário e que impõe metas dificilmente se sentirá motivado. Sentir que as responsabilidades são suas, e não ser reconhecido pelo bom trabalho e sucesso da atividade, mas ser responsabilizado por erros e fracassos, faz com que o colaborador tenha medo do chefe e, portanto, trabalhe desmotivado e sob pressão todo o tempo. E um ambiente de trabalho estressante é o oposto do que se espera para alta produtividade.

Por outro lado, se você admira e respeita seu superior, o verá mais como um líder, alguém para se espelhar e inspirar. O líder se disponibiliza para aconselhar o funcionário e exaltar suas qualidades e habilidades, conduzindo-o à melhores atuações profissionais. Um colaborador motivado, sente-se parte de uma equipe, divide vitórias e derrotas. Isso não só aumenta a produtividade, como torna todo o processo mais eficaz.

Isso é mais claramente perceptível em projetos cujo prazo de entrega é curto. O líder se une à equipe e, juntos, atingem o resultado esperado.

O que é preciso para ser um bom líder?

Até aqui você já deve ter entendido a importância da liderança e todas as suas consequências benéficas. E se você não é um líder nato, mas tem o desejo de ser um profissional melhor, separamos alguns conselhos.

O primeiro passo é tomar a decisão e começar a efetuar mudanças no seu comportamento que suportem essa decisão. Uma boa maneira é inspirar-se em grandes líderes para, então, adicionar sua personalidade. Dentre as características para um bom líder, destacamos:

  • Aceite riscos e erros: você é o líder, mas também é humano, riscos e erros agregam aprendizado e experiência de vida; prepare-se para esta possibilidade e esteja pronto para agir quando ela acontecer;
  • Seja empático: coloque-se no lugar de seus colaboradores;
  • Seja autoconsciente: saiba o tipo de profissional que você é e as suas limitações, assim suas decisões serão mais racionais e beneficiarão a empresa;
  • Ouça as expectativas da equipe: só assim poderá superá-las;
  • Cumpra o que prometer;
  • Comunique-se: o que você souber, a equipe deve saber; comunicação é a chave para eficiência e obtenção de resultados;
  • Aprimore-se constantemente: seja expert no assunto e ofereça inovações para seus colaboradores;
  • Saiba diferenciar as necessidades de cada integrante da sua equipe, assim você poderá tratar cada um da maneira mais apropriada;
  • Gerencie seu tempo: seja organizado, tenha um planejamento, filtre informações, estabeleça prioridades e tome atitudes adequadas;
  • Coloque-se à frente: um líder deve ser capaz de antecipar obstáculos e situações controversas para estar preparado e tomar decisões corretas;
  • Reconhecimento: saiba identificar o seu valor e o de cada membro da sua equipe, ninguém deve ser mais importante ou valioso do que ninguém;
  • Não tenha medo: reconheça as habilidades de possíveis sucessores;
  • Seja franco: dê feedbacks verdadeiros e sinceros, mas sem grosserias.

Como ser um líder

Mas depois de ler este artigo você percebeu que está um pouco mais inclinado para a chefia, do que para a liderança. E agora? O que fazer?

Como dito anteriormente, o primeiro passo é ter a consciência e a vontade de mudar. Se você precisa de mais algum incentivo, neste artigo você encontra mais informações sobre liderança em Tecnologia da Informação.

Adquirir os serviços de coaching de Luiz Dias é mais uma excelente maneira de desenvolver características e habilidades de liderança.

ID01128-A#1_Comando X Liderança 7

veja mais artigos

Sobre o Autor

Luiz Dias
Luiz Dias http://luizdias.com

Luiz Dias é Coach especialista na área de TI, empreendedor a 20 anos e CEO da Allanis Networks, Coautor do Livro Qualidades de um grande Líder e Manual do Crescimento, e vive sua paixão. Criou o Programa Líder Excepcional em TI,onde capacita profissionais de TI a terem sucesso pessoal e profissional como Líder. É palestrante, especializado em liderança, Carreira, mudança de comportamento e empreendedorismo.

Ver Mais Artigos

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta