O coaching e a liderança de autenticidade

O coaching e a liderança de autenticidade
novembro 07 19:14 2015 Imprimir Este artigo

A autenticidade é o combustível que dá força à confiança.

Especificamente, o profissional COACH trabalha desenvolvendo os  benefícios pessoais – “assegurar que nos mantemos fiéis aos nossos princípios e encontrar  um lugar no qual possamos ser verdadeiros”, e no que respeita a alcançar resultados positivos, criar uma “conversação mais autêntica”, equilibrando adequada e simultaneamente uma atitude de “autenticidade e vulnerabilidade” como forma de se “relacionarem de uma forma mais profunda com a  equipe”.

E mesmo os Líderes que não falaram explicitamente sobre estes conceitos, utilizaram palavras que os reflectem enquanto discutiam as qualidades essenciais a uma boa liderança: autonomia de AUTENCIDADE, integridade, honestidade, valores pessoais, capacidade de autocrítica e confiabilidade.

A importância da autencidade da carreira do LÍDER

Esta importância acrescida relativamente à autenticidade é facilmente relacionada com as questões da confiança e da transparência. De alguma forma, são as considerações pragmáticas que levam muitos LÍDERES a abraçar a autenticidade como resposta à crescente visibilidade e exigências de transparência a que estão sujeitos. “Não é possível ter um lado real e outro escondido”, “na medida em que este último será, mais tarde ou mais cedo, exibido”. De uma forma mais alargada, e na medida em que a confiança decorre da transparência, os  “gozem de um elevado nível de confiança por parte dos seus pares no que respeita a tomarem a decisão certa”. Ou por outras palavras, a autenticidade é o combustível que dá força à confiança.

Todavia, ser um líder “autêntico” não é uma tarefa fácil. A confiança e a transparência são encaradas .

Aos líderes é exigido que tenham também comportamentos contraditórios, o que os obriga a enfrentar o paradoxo da “autenticidade-adaptabilidade” com frequência.

Se de repente se começa a perder o enfoque no que respeita ao nosso sentido de propósito inicial e se cai na tentação de querer agradar a todos ao mesmo tempo, então esse será o princípio do fim

E o que diferencia os LÍDERES que se sentem bem-sucedidos com a sua autenticidade comparativamente aos que sentem dificuldade em se manterem fiéis aos seus próprios princípios? Um sentido prevalecente de propósito. “Se de repente se começa a perder o enfoque no que respeita ao nosso sentido de propósito inicial e se cai na tentação de querer agradar a todos ao mesmo tempo, então esse será o princípio do fim”, assegura um dos entrevistados. E esta visão conduz-nos a uma definição mais precisa da autenticidade: mantermo-nos fiéis ao nosso propósito pessoal.

Saiba mais sobre nosso método exclusivo de liderança por autenticidade.

Express Leader

Diogo Furlan

Érika Fernandes

[email protected]

veja mais artigos

Sobre o Autor

Érika Fernandes Master Coach
Érika Fernandes Master Coach

Mentora e CEO&Founder Consultoria em Coaching Érika Fernandes Mentoring & Counseling & Coaching BRAZIL +55-011-98397-8934

Ver Mais Artigos

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta