Como o Coach Deve Agir na Hora da Crise

Como o Coach Deve Agir na Hora da Crise
novembro 04 10:18 2016 Imprimir Este artigo

 

Ultimamente muita gente tem me perguntado isso, talvez porque saibam que como estou “por aqui” a um bom tempo já sobrevivi a várias crises econômicas.

De fato desde 1998 quando abri a Pro-Fit Consultoria, hoje: Pro-Fit Coach & Treinamento, o mundo passou por várias crises com graves reflexos no Brasil 1998, 2001, 2008 e agora. Isto sem contar com as crises inteiramente nacionais.

Lembro que em 1998, quando abri a empresa e ainda trabalhava em casa, eu acordava, tomava café, sentava na sala e começava a ler os jornais como tinha feito nos últimos anos enquanto estava empregada. Só que as manchetes eram aterradoras:

AUMENTO NO NÚMERO DE FALÊNCIAS!
MAIS UMA QUEDA NA PREVISÃO DO PIB!
CRESCE O NÚMERO DE CHEQUE SEM FUNDOS!

Naturalmente, para piorar a situação, junto com a crise vem os parentes e amigos bem intencionados que te informam que todo mundo está desempregado e que você c-e-r-t-a-m-e-n-t-e irá morrer de fome, então é melhor, aconselham, você pegar qualquer empreguinho… Bom, lembro que isto tudo junto dava um pouquinho de desespero…

Então, você, que está investindo em coaching como uma nova carreira, o que fazer?

Você vai precisar:

• Gerar receita suficiente para se sustentar
• Encontrar novos clientes

Para isso comece a:
1) Não acreditar na penúria! Se você acreditar serão maiores as chances da crise de fato existir… para você!

E antes que pare de ler – não estou recomendando pensamento positivo ou wishful thinking, estou recomendando de acredite na abundância de oportunidades que este país, o Brasil, tem.

Fato: Lembro de ter lido nos jornais, não tenho certeza do ano mas acho que foi 2001, a classe média começou a economizar no refrigerante e na cerveja. Um industrial esperto – não vou fazer propaganda dizendo o nome dele aqui – criou uma marca popular e começou a vender mais barato que as tradicionais, e em 2002 estava rico.

Solução: Acredite que toda crise encerra oportunidades e comece a procurar a sua. A maioria dos coaches que se formam querem ser Life Coach, Coach de Carreira ou Executive Coach. Porém, estes são nichos de mercado que, apesar de ainda terem muito espaço, já possuem bastante concorrentes. Busque outras áreas! Outro dia conheci uma moça que está fazendo coaching de noivas. Genial. Uma noiva que vai ter uma festa de casamento de 300-500 mil reais é uma pessoa com desafios maiores a de uma empresária numa startup: ela vai precisar administrar a equipe, as duas famílias, o próprio tempo, a própria carreira e não pode perder o noivo!

Por isso, investir em novos nichos para conseguir clientes pode ser uma boa solução.

2) Investir na manutenção da sua receita.

Não é hora de escolher demais (tipo: “isto eu gosto, aquilo eu não gosto”). Tem um tempo na vida que a gente pode fazer só o que gosta, depois com a maturidade a gente aprende a gostar do que tem de fazer. Também não é hora, em nome do equilíbrio trabalho-família, de dizer ao cliente que terças feiras a tarde eu não trabalho porque quero levar meu filho na ginástica. Não existe equilíbrio trabalho-família sem receita a não ser que você seja milionário, e aí não precisa deste artigo…

A hora é de encontrar formas que são fáceis para você ganhar dinheiro que não ocupem o tempo que é para dedicar a venda e atendimento de coaching. A chave aqui é o “são fáceis para você”: lembre que o que é fácil para você não necessariamente é fácil para todos.

Fato: 90% dos coaches bem sucedidos não trabalham só com coaching. Você precisa ter outra fonte de renda.

Solução: Dê palestras, escreva artigos, faça bolo para vender! Enfim, crie alguma coisa que aumente sua receita e atraia clientes. Dê um olhar “fora da caixa” para estas coisas e crie uma forma disto te ajudar a atrair clientes. Por exemplo, se tem uma franquia, responda: Como ter uma franquia de pão de queijo pode me ajudar a atrair clientes? Se gosta de cachorro e tem uma pequena criação de pequinês, por que não vender filhotes? Ou ainda, busque se especializar em coach de dono de petshop.

3) Investir na sua formação.

Como eu já disse no livro Coaching – O que você precisa saber: “Coaching, mesmo mal feito dá bom resultado. Por isso, não confie que você está fazendo bem feito só porque o seu cliente está indo bem. O resultado é dele e não seu”.

Fato: Um coach tem que gostar de estar continuamente se educando e se preparando, para não adquirir “vícios” e para exercitar suas competências com feedback que o cliente não pode dar. Não é a toa que a ICF te obriga a apresentar novos CCE’s (Continuing Coach Education) quando vai renovar sua credencial. E, agora, uma nota pessoal: Acho uma vergonha o Brasil ter só 2 MCC’s! Parabéns para Clenir Streit!

Solução: Faça curso de coaching que inclua mentoria, como o Profitere. Está sem grana? Crie seu círculo de coach e estudem as competências e junto com outros 2 coaches gravem sessões de 20 minutos, assim:

A faz coach de B,
B faz coach de C,
C faz coach de A.

Depois contratem um mentor-coach para dar feedback para os 3, vai ficar bem mais barato.

4) Investir na sua credencial ICF.

Como eu já disse num artigo para empresários, “Se, na hora da crise, você “pisar no freio”, quando a crise passar os que não pisaram no freio estarão “duas voltas na pista” a sua frente. Se está com pouco trabalho a hora é agora de você organizar-se colocar todas as suas horas com cliente em planilha. Não sabe como? Clique aqui: http://coachfederation.org/credential/landing.cfm?ItemNumber=2106&navItemNumber=579

5) Tire o bumbum da cadeira e vá vender o seu trabalho. Coaching é uma prática, se você não pratica… enferruja!

Fato: Grandes coaches como Thomas Leonard, Sandy Villas, Dan McNeill, antes de serem coaches trabalhavam com vendas. Eles se tornaram grandes coaches porque entraram no mercado vendendo bem o trabalho deles e puderam praticar muito.

Solução: Ligue para todo mundo que você conhece, todo mundo mesmo, desde o dono da padaria onde você compra o pão aos pais dos colegas do seu filho na escola! Informe que está buscando aumentar sua carteira de clientes e pergunte quem você conhece que pode se beneficiar de ter uma parceria com alguém que só quer para ele o que ele quer.
Venda e entre no círculo virtuoso: vendeu > atendeu > ganhou prática > vendeu mais > atendeu mais > ganhou mais prática >>>>

Source: Pro Fit

 

veja mais artigos

Sobre o Autor

Profit
Profit http://profitcoach.com.br/

Pioneira no Brasil nos processos de coaching de desenvolvimento e resultados, a Pro-Fit oferece esse serviço desde 1999, época na qual, coaching era visto pelo mercado como um modismo e, ainda sim, somente por aqueles que conheciam o termo. De lá para cá, tanto o coaching quanto a Pro-Fit evoluíram. O conceito do processo se consolidou, comprovando que não era apenas um momento, mas uma tendência que até os dias de hoje faz com que esta tecnologia de trabalho continue alcançando o sucesso. Isso pode ser constatado através de várias escolas especializadas que disseminam, cada vez mais,sua importância e eficácia para o mundo corporativo. Na mesma direção, a Pro-Fit, já em janeiro de 2000, afiliou-se à Coach U, escola líder mundial em treinamento de coaches que, hoje, chama-se Coach Inc. Já especializada no tema, a Pro-Fit, através de sua sócia fundadora, Eliana Dutra, tornou-se, em 2005, a primeira empresa na América do Sul a contar com uma Coach credenciada como Master Certified Coach (MCC), a mais alta certificação da International Coach Federation (ICF). Em outras palavras, esse título significa ser coach dos coaches, título que muitos coaches do Brasil, agora, já detêm o que muito orgulha a Pro-Fit, por ter sido pioneira nesse movimento, abrindo caminho para outros profissionais. Em 2007, a Pro-Fit tornou-se representante para o Brasil da Corporate Coach U,treinando facilitadores para os programas de formação de executivos e RH´s “The Coaching Clinic®” e para o “Conversas Essenciais Para Líderes®“. Recentemente, em 2014, a ICF reconhece a qualidade dos cursos de formação da Pro-Fit lhe concedendo a credencial ACTP.

Ver Mais Artigos

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta