6 dicas para desapegar com consciência e organizar a vida

dezembro 15 13:23 2016 Imprimir Este artigo

Arrumo, logo existo. Esse é o lema da escritora japonesa Marie Kondo, que aborda a organização como uma forma terapêutica em seu livro a Mágica da Arrumação. A obra, que foi um sucesso de vendas, promete e afirma que a “verdadeira vida começa após colocar sua casa em ordem”.

Para quem ainda não leu o livro, traremos na sequência 6 dicas da escritora. E se você já o leu, sempre é bom manter consciente aquilo que nos faz bem.

Antes das dicas é necessário compreendermos que quando construímos novas habilidades, por exemplo: a de arrumar as nossas casas – elas têm a tendência de influenciar positivamente na organização e posicionamento nas outras áreas da vida – as 12 áreas clássicas que abordamos na Roda da Vida. Boa notícia, né?!

Como começar a organizar a casa e, consequentemente, a vida? Selecionamos  6 dicas da escritora para compartilhar. Leia tudo antes de começar:

1. Descarte ou desapego

Tudo se reduz a duas tarefas: eliminar coisas e decidir onde guardá-las. Lembrando que é necessário sempre iniciar pela eliminação ou desapego.

2. Traz felicidade?

Esse é o principal ponto: descartar tudo aquilo que não nos traz alegria. Devemos nos cercar somente daquilo que gera dentro de nós felicidade, alegria e satisfação. Para algumas pessoas serão muitas coisas. Para outras, somente um punhado. Precisamos, durante essa atividade, compreender conscientemente o que produz a verdadeira felicidade. Esta é a melhor maneira de nos assegurar de que vivemos com aquilo que nos satisfaz.

3. Faça de uma vez

Fazer de uma vez só para mudar drasticamente a mentalidade. Nesta filosofia, não existe uma pilha de objetos duvidosos; nada fica para depois. Afinal, se organizarmos um pouco por dia, pode-se demorar mais para acabar.

4. Trate as coisas como se fossem (quase) pessoas

Se valorizarmos os objetos que nos importam, e os tratamos bem, não só durarão mais e nos darão mais prazer; como poderemos aprender até mesmo a sermos mais amáveis e generosos com as pessoas. Que dica legal, né?!

5. Não deixe que sua família veja

Esta é mais uma recomendação da escritora, afinal, os pais ficam muito angustiados ao ver o que os filhos descartam. O volume das coisas pode fazer com que os pais se perguntem ansiosamente se seus filhos poderão sobreviver com o que restar. E como há muito afeto que envolve as relações, para que as decisões sejam assertivas, é necessário guardarmos este segredo, né?!

6. O que fazer quando não puder descartar algo

Ao encontrarmos algo que não podemos descartar, a dica é pensar com atenção sobre o verdadeiro propósito das nossas vidas. Será uma surpresa ver a quantidade de coisas que possuímos e que já cumpriram sua função.

É para começar a semana com muito foco na ação, não é?!

Gostou da leitura? Compartilhe!

Por Re Mattia

Inspiração do livro: A Mágica da Arrumação – Marie Kondo.
Source: Vanessa Tobias

  Tags desta publicação:
  Categorias:
veja mais artigos

Sobre o Autor

Vanessa Tobias
Vanessa Tobias http://vanessatobias.com.br/

Pioneira em processos de Life Coaching em grupo no Brasil, foi Vencedora do prêmio Mulheres que Fazem a Diferença da ACIF em 2012. Mestre em Administração pela ESAG, possui cursos internacionais com os principais nomes da sua área. Uma apaixonada pela educação, fundou um Instituto que atendeu em apenas 1 ano de atuação, 9 escolas de todo o estado de SC. Atendeu mais de 1.300 coachees em seus 5 anos de atuação, e também empresas como a Intelbrás, a Alto QI, a UFSC, a Secretaria de Educação de Florianópolis, e a RBS TV.

Ver Mais Artigos

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta