Coaching de vida – um caminho

Coaching de vida – um caminho
fevereiro 25 09:08 2016 Imprimir Este artigo

Escolhi Psicologia como ciência e profissão e mais tarde a formação em Coaching por acreditar no ser humano, em seu potencial para evolução, em sua capacidade de sonhar e realizar e testemunhar o entusiasmo das pessoas com seus progressos.

Através da experiência de mais de dez anos na área de Recursos Humanos, foi possível notar na prática que o ser humano é composto por vários aspectos de sua vida. Em muitos casos, quando procuram apoio da área, primeiramente se queixam de questões ligadas ao trabalho, porém, aos poucos vai se descortinando outros problemas mais abrangentes de sua vida como: relacionamento amoroso e familiar, vida social, problemas de saúde ou financeiro, dúvidas em relação a própria carreira dentre outros. Nesse sentido decidi seguir como nicho de atuação, o Coaching de Vida pela amplitude que ele oferece, pois considera no processo os demais setores da vida do coachee e auxilia as pessoas a descobrirem seu propósito e missão de vida.

Do Coaching de Vida ou Life Coaching surgem várias possibilidades de atuação como: o Coaching de relacionamento, de perda de peso, de inteligência emocional, de comunicação, de equilíbrio e bem estar, Coaching para jovens e para criança, Coaching financeiro, Coaching de carreira, dentre outros.

Ao iniciar o processo, além de identificar a demanda do coachee e explicar a ele como funciona o trabalho é importante iniciar uma investigação de como o coachee está nos diversos setores de sua vida, o ajudando a entender melhor o foco a ser trabalhado. No primeiro contato colocar metas, objetivos é fundamental, assim como investigar como o coachee deseja estar no final do processo, o que ele deseja alcançar e levantar como pode contribuir para que o processo dê certo.

Para darmos qualquer passo na vida é muito importante ter o autoconhecimento. O Coaching de Vida ajuda a pessoa a conhecer não só suas fraquezas, mas também suas potencialidades, tendo assim melhor desempenho e melhores resultados em seu dia a dia.

O que é essencial ao processo é fazer com que a pessoa se enxergue capaz de mudar sua realidade, ou seja, não se coloque no papel de vítima das situações e fazê-la entender que dependerá dela a maior parte para que se tenha sucesso no resultado do processo. Além disso, o processo possibilitará que aprenda novos comportamentos, pois ao longo dos anos, vamos colecionando comportamentos aprendidos, e se aprendemos antigos, também podemos aprender novos que nos possibilitem obter resultados diferentes e melhores.

O Coaching de Vida não é só trabalhar limitações ou superar bloqueios, há outros benefícios como descobrir novos talentos e desenvolver novas capacidades, aumentar sua autoestima, autoconfiança e motivação, reforçar o sentimento de gratidão pela vida, administrar melhor o seu tempo, proporcionar melhorias na qualidade de vida com mais saúde, disposição e vitalidade, além de aumentar o sentimento de conquista e plenitude e assim ser mais feliz.

Entendendo que as pessoas quando nos procuram muitas vezes estão em busca de um sentido na vida, o Coaching de Vida as ajudará a chegar lá, provocar reflexões do tipo: por que acordam e levantam todos os dias da cama? O que realmente as motiva? Pois as pessoas que param de aprender e se desenvolver acabam sofrendo consequências como o comodismo, falta de fé, desilusões, angústias e tristezas. Fazer com que a pessoa entenda sua missão de vida é gratificante!

Também é recompensador ver que a pessoa passou a valorizar o que é mais importante na vida, que voltou a sonhar depois de muitos anos e que esses sonhos são possíveis de se realizar e que não é preciso abrir mão de seus valores para que isso aconteça.

Assim como os demais nichos de atuação, o Coaching de Vida pode contribuir para a quebra de paradigmas e crenças limitantes. À medida que nossas escolhas formam a base do nosso comportamento e que estamos o tempo todo projetando no exterior aquilo que construímos primeiro internamente, podemos construir padrões errôneos.

Mas se podemos administrar o que nasce primeiro internamente, isto pode ser mudado se melhorarmos nossa capacidade de fazer escolhas e dominarmos as nossas emoções e pensamentos. Se escolhi pelo medo antes agora posso optar pela confiança.

O papel do coach nesse processo é alguém que transmitirá confiança e apoiará o coachee, dando palavras de incentivo, fazendo questionamentos assertivos para que traga suas próprias respostas, incentivando para que sonhe e busque realizar cada vez mais. Assim como ter uma escuta focada e na essência, compartilhar ideias, não dar conselhos, mas sim fazê-lo enxergar as melhores opções e ter suas melhores escolhas e decisões.

 Por fim, acredito que o Coaching de Vida pode proporcionar uma vida melhor, ajudando o outro com reflexões que o levem a viver a vida de maneira mais satisfatória, positiva, a lidar melhor com os problemas, sabendo que uma vida feliz não é fácil, mas é totalmente possível!

Ligia de Morais Balbo é consultora de RH, coach de vida e carreira e psicóloga.

 

  Categorias:

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta