O medo ao ponto de vista de um engenheiro

O medo ao ponto de vista de um engenheiro
outubro 22 07:19 2015 Imprimir Este artigo

O que é o medo?

O medo é às vezes algo inexplicável, que nos faz sair correndo do perigo, congelando as pernas  (o que não é muito bom), ou até desperta em nós aquele instinto de lutar.. Não digo lutar / fugir / congelar como algo ruim, mas isto é o que todo mundo faz, é o que todo mundo sente na hora do perigo, e quando falo perigo, não é um monstro debaixo da cama, mas sim, uma decisão que precisa ser tomada naquele exato momento por você, e você se vê em uma encruzilhada, não sabendo que decisão tomar.

Pode até ser que esteja preparado para tomar uma decisão, mas o medo nos faz esquecer isso, e aquela decisão importante pode ser a sua ruína também. Nosso cérebro primitivo nos ajuda e muito com as decisões de lutar / fugir / congelar, mas no stress do dia-a-dia, este mesmo cérebro primitivo, que tanto nos salvou um dia, pode nos fazer tomar decisões ruins, então o que podemos fazer diante deste hábito milenar que temos programado em nosso cérebro?

Precisamos tomar as rédeas da nossa vida, e do nosso pensamento e falar para nosso cérebro primitivo, que este medo é moderno, e deixe que a parte lógica do cérebro lidar com isso. Precisamos identificar o gatilho do medo que nos faz habitualmente lutar/fugir/congelar e trazer isso conscientemente a nosso favor. Ao identificar este gatilho saberemos como lidar com o nosso medo e finalmente tomar as melhores decisões.

The screem – Edvard Munch

Como tratar o medo em apenas um dia.

Manhã

Não tenha medo do medo, ele é apenas algo que toma sua energia, que toma espaço em sua vida. Preste bastante atenção no que é o medo, no que te faz sentir o medo, se prepare para sentir medo, e quando sentir, registre as sensações.

Tarde

O que acontece quando fica com medo? Para que lugar vai? Para onde se esconde? O que pensa? Qual sua reação? Tudo isso faz parte do cérebro reptiliano que há dentro de nós, aquele cérebro primitivo, que nos impulsiona a lutar/fugir/congelar. Simplesmente entenda o que faz quando sente medo, e compreenda que isso é um hábito, se conseguir dominar este hábito, tomará decisões mais facilmente, e assim dominará seu Eu primitivo.

Noite

Com certeza sentiu o medo ao longo do dia, relembre este momento, e o que você fez, se conseguiu dominar o medo por conhecê-lo, ou por lutar/fugir/congelar. É importante o autoconhecimento neste momento, pois você irá aprender com você mesmo. É importante entender o que acontece com você no exato momento do medo, este é o gatilho que faz seu cérebro primitivo entrar no comando. Identifique o gatilho e monte um plano para quando isso acontecer.

Pratique isto todos os dias, assim não deixará que o medo e seu cérebro primitivo tome as decisões por você.

veja mais artigos

Sobre o Autor

Luís Henrique Ferrari
Luís Henrique Ferrari

Engenheiro Mecânico interessado nas coisas naturais da vida e produtividade.

Ver Mais Artigos

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta