Presente ou Ser Presente?

Presente ou Ser Presente?
dezembro 22 08:15 2015 Imprimir Este artigo

Com a aproximação do final do ano, a sensação que nos passa é de que as pessoas começam a ficar mais reflexivas a respeito de sua vida e de seus objetivos. Podemos pensar que isso de deve ao fato de que o final do ano representa o fechamento de um ciclo e a chegada para algo novo.

Há muitos que dizem não gostar desta época, seja pela correria para bater metas, cumprir prazos e a famosa correria para a compra de presentes. Ah! Esta última, talvez seja a correria mais aparente durante o mês de Dezembro.

Quem não gosta de receber um presente, não é mesmo? Presentear alguém é também uma maneira de demonstrar o quanto aquela pessoa é especial para nós, o quanto a consideramos, podemos dizer que é uma forma de doação tangível.

A palavra presente tem o significado de se encontrar em algum lugar, presenciar algo ou simplesmente se fazer presente.

Mas, será que é tão simples assim? Te convido a uma pequena reflexão…

Hoje, com a correria dos dias,o avanço tecnológico é tão fácil estarmos conectados a tudo, não é? E será que é fácil também estar presente aonde realmente estamos?

Já aconteceu com você estar em uma reunião ou em uma roda de amigos e pegar o telefone, por exemplo, por apenas alguns minutos, e perceber que talvez você acabou se perdendo no tempo e de certa forma se desconectando das pessoas que estavam ali do seu lado? O telefone talvez seja o exemplo mais comum, mas quantas vezes estamos absortos em nossos pensamentos, nas atividades que temos pra fazer mais tarde ou amanhã e acabamos apenas por ouvir e não escutar o outro? Estes são apenas alguns exemplos do quanto estar presente é mais complexo do que parece.

Esta reflexão não é uma crítica aos aparelhos tecnológicos ou a nossa capacidade de múltipla assimilação, muito pelo contrário, essa reflexão é a respeito de como podemos com todas estas facilidades à nossa disposição não perder o contato com outro, não perder o olhar sobre as pessoas, e sim, estar de fato presente aonde nós estamos e com quem estamos, emprestando os nossos ouvidos para escutar realmente e os nossos olhos atentos para observar e admirar a essência do outro.

  Categorias:
veja mais artigos

Sobre o Autor

Adiles Campanel
Adiles Campanel

Coach e Administradora, especialista em coordenação de grupos pela Sociedade Brasileira de Dinâmica de Grupos - SBDG.

Ver Mais Artigos
  1. Andreia
    dezembro 22, 09:01 #1 Andreia

    Ótimo texto Adiles!!Gratidão!!

    Reply to this comment
  2. Liége
    dezembro 22, 20:58 #2 Liége

    Ótima reflexão Adiles!

    Reply to this comment

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta