Coaching e jogos Paralímpicos e Olímpicos

Coaching e jogos Paralímpicos e Olímpicos
novembro 22 08:38 2016 Imprimir Este artigo

Nos últimos meses de Agosto e Setembro deste ano, nós brasileiros, tivemos a honra de assistimos em nosso solo querido os jogos paralímpicos e olímpicos.

Recebemos os povos de quase todas as nações do planeta, tivemos oportunidades de mostrar para o mundo como se recepciona e se abriga nossos semelhantes.

Foi um verdadeiro espetáculo dos povos, mostrando que podemos conviver em paz e harmonia uns com os outros e sermos bem mais felizes.

Quantas lições mostradas ao mundo, sobre superação do ser humano, começando por si próprio, de humildade, vontade, atitudes, garras, otimismo e motivação.

Foi provado mais uma vez que com determinação, objetivo e meta; “que querer é poder”.

Citarei alguns casos que tive a felicidade de ver: A primeira medalha de ouro, conquistada pela judoca brasileira, que quando criança vivia na rua brigando, sempre aprontando confusão para ela e seus pais, que há quatro anos pensou em desistir de sua carreira de atleta, mas que com apoio de algumas poucas pessoas e sua própria superação continuou e teve oportunidade de mostrar ao mundo, de que quando se quer se pode chegar a qualquer lugar.

coaching-jose-camelo

Outro caso foi do atleta brasileiro no boxe, também garoto de origem humilde, porém tendo todo espaço e tempo para superação e atingir seus objetivos e tantos outros casos ocorridos, e que se chamou mais atenção era vê-los subindo ao pódio sem rancor, sem arrogância, de forma sempre grata a Deus e as pessoas que lhes ajudaram a está naquela posição, pois ninguém chega lá sozinho, segundo o texto ATRITOS – “Ninguém muda ninguém; ninguém muda sozinho; nós mudamos nos encontros. Somos transformados a partir dos encontros, desde que estejamos abertos e livres para sermos impactados pela ideia e sentimento do outro” – Roberto Crema.

Agora vem outra parte, e esta é ainda mais desafiadora e instigante, foram os jogos paralímpicos, pois além da superação na competição, tiveram que antes se superarem e vencerem primeiro a si mesmo indo à busca de superação da superação, que cosia maravilhosa.

Que felicidades os jogos me proporcionaram e acho que a todos que assistiram, pois cada evento que via, parecia que estava na pele daqueles atletas, me sentido feliz e motivado como se tivesse tomado “doses de motivação”, me surgia em todos os instantes, esperança na humanidade, que um dia os povos do planeta Terra pudessem viver sempre neste clima de harmonia e paz.

Agora quero acusar que o momento que vivo no aqui e agora se deve ao fato de ter-me tornado Fruitivo do Instituto Holos de Qualidade, pois meus ensinamentos e estudos do Coaching, realizados pelo Instituo Holos de Qualidade através de seus idealizadores e mentores Marcos Wunderlich, Renato Klein e Maria Luiza Klein.

Quem ainda não tem formação em Coaching e quem também já tem, recomendo visitar o site do Instituo Holos de Qualidade – www.holos.org.br.

Hoje aos meus bons anos vividos, têm sido cada vez mais inovadores e maravilhosos, me proporcionando momentos inspiradores, produtivos e felizes, tendo cada vez mais vontade de aprender, mais uma vez graças ao Coaching.

“Sei que o daqui a pouco não me proporciona nada, pois não chegou ainda, e o tempo em que iniciei este artigo não me serve mais e sim o agora” – José Júlio Camêlo Ferreira

Sejam todos desejados!

Autor: José Júlio Camêlo Ferreira – Coach e Consultor de RH

O post Coaching e jogos Paralímpicos e Olímpicos apareceu primeiro em Instituto Holos.
Source: Holos

  Tags desta publicação:
  Categorias:
veja mais artigos

Sobre o Autor

Carlos Eduardo Casagrande
Carlos Eduardo Casagrande

Ver Mais Artigos

Seja o primeiro a comentar. Vamos adorar!

Você pode ser o primeiro a escrever um comentário .

Adicionar um comentário

Deixe uma resposta